“Vi um demônio com dez anos de idade”

Pr Airton
Muito obrigado pela sua explicação, elas me foram muito últeis.
As TJ que tentam me evangelizar da maneira deles. São duas mulheres. Tenho pouco tempo de convertida, posso até dizer pro senhor que tem uns cinco meses, mas sou o tipo de pessoa curiosa, tenho sede de aprender, entender, busco conhecer a palavra de Deus todos os dias. Conheci o seu ministério através do youtube, e muito tem me ajudado. Tenho uma personalidade muito forte e isso tem dado muito trabalho para os TJ, pois eles tentam me convencer de uma coisa, eu questino e eles nunca sabem me responder. Por um lado este estudo que eles estão fazendo comigo estão ajudando a eles mesmos, pois tudo que eu não concordo eu provo dentro da Bíblia e isso tem deixado eles perturbados, pois são conclusões deles erradas e eu provo isso a eles toda vez, em nosso primeiro estudo eles me falaram que Jesus tinha sido crucificado em uma estaca, mas eu já havia visto seus vídeos e sabia provar pra eles que eles estavam errados, isso fez eles se calarem e não terem respostas para mim, eles me disseram que ia se aprofundar mais nesse assunto, eles ficaram constrangidos.

Antes de ser crente eu me envolvi com o engano, eu era espírita Kardecista, quando me envolvi tinha apenas 18 anos de idade me dedicava muito aos estudos e levava muito a sério aquilo que eu achava que era mediunidade. Aproximei-me do espiritismo, pois desde criança eu sofria muitos ataques do mundo espiritual, eu tinha visões e certa fez vez com 10 anos de idade cheguei até ver o demônio de capa preta, eu não sabia o que era e quando falava com meus pais eles brigavam comigo, me diziam que era falta de rezar (tenho uma família que chega a ser fanática com o catolicismo. Por isso estava vendo coisas, sofri muito pois era a única em toda a minha família que tinha essas visões, e o que me revoltava era que não saia da igreja e rezava, rezava… e nada mudava até que conheci o espiritismo, infelizmente me envolvi, minha família era contra mas lá eu achava que tinha encontrado as respostas para as minhas dúvidas, quando eu tinha 14 anos eu já ia em benzederas e certa vez cheguei ir em um centro de macumba, frequentei vários lugares, os únicos lugares que eu não frequentava eram aqueles que faziam magias pra fazer mau as pessoas, pois eu acreditava antes, que tinha o lado bom e o ruim no espiritismo. Nunca pedi pra fazer trabalhos pra mim, apenas pedia orações pois eu tinha uma vida muito complicada, enfrentava muitos problemas familiares e achava que os guias iam resolver meus problemas, muito pelo contrário eles só aumentaram.
Me casei com 17 anos tive um casamento muito perturbado. Nessa época parei de ir em outros tipos de espiritismo frequentava apenas o Kardecista (que na minha opinião é o pior deles, eles usam Física pra provar suas idéias e são muito caridosos o que fazem as pessoas acharem que amam seu próximo mais do que qualquer outra religião) meu ex marido era católico mas não ia à igreja, a não ser que tivesse um casamento ou batizad. A gente brigava muito e isso levou a uma separação quando eu tinha 20 anos. Depois dessa separação minha vida virou de perna pro ar, tudo de ruim aconteceu na minha vida amorosa, saúde, financeira, tudo se destruiu muito rápido. Perdi o casamento, o trabalho, e tive sérios problemas no útero. Me endividei. Minha família nunca foi muito presente em minha vida, desde criança minha mãe nunca me deu atenção e nessa época tudo ficou pior. Senti-me sozinha por completo passei a pior época da minha vida. Conheci o evangelho com 22 anos foi o que me deu forças pra suportar os problemas. Hoje eu passo por muita tormenta ainda, mas com uma diferença: eu sei que eu tenho um Deus que me ama e quer o melhor pra mim; eu sei que ele vai me ajudar e isso tudo vai passar e dias melhores virão, por isso eu quero me dedicar o máximo que eu puder, quero dar o meu melhor pra Deus, pois foi ele que amparou na hora que eu não tinha mais forças pra levantar, perdi os bens materiais que eu tinha, mas hoje eu tenho uma riqueza que nenhum dinheiro compra, (DEUS. Aceitei Jesus na minha vida, e eu sei que ele vai me ajudar a sair desses problemas.
Sou Feliz por mais que gamhe pouco. Onde trabalho, tenho acesso aos estudos bíblicos e sempre que tenho oportunidade eu evangeliso alguém, pois assim como Deus levantou uma pessoa pra me falar que Jesus me ama, eu quero ajudar pessoas, principalmente aquelas que se envolveram no engano do Kardecismo assim como estava envolvida.
Agradeço a Deus por ter conhecido o seu ministério pois a través dele estou adiquirindo muito conhecimento.

Que Deus te abençõe, que muitas pessoas assim como eu possa fazer bom uso dos seus vídeos e estudos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *