Televisão ou “Tiraavisão”?

(ADAIL CAMPELO DE ABREU)

A Televisão pode ser comparada à hipnose, uma ferramenta que é utilizada para colocar a pessoa em um estado passivo para aceitar subconscientemente o que ela não aceitaria sob um estado de consciência normal.
A Televisão é uma arma letal que o inimigo das nossas almas (o diabo) usa para endurecer, desmoralizar, e, no fim, destruir a mente das pessoas.
Estas palavras parecem duras ou até mesmo loucas para quem não entende a Palavra de Deus. Podem até parecer palavras de um “fanático”.
É, podem “parecer”, mas a verdade é que a Televisão é o meio mais penetrante e persuasivo que nós temos em nossos dias. Às vezes, é maior do que a vida.
É o nosso meio nacional verdadeiro.
A rede de Televisão (acreditem!) é o maior educador que nós temos.
Ela nos diz em sua programação, o que é certo e errado, o que é aceitável e inaceitável, em quem acreditar e em quem não acreditar, em quem confiar e em quem não confiar, e quem devemos desejar imitar.

A Televisão, meu amigo, ensina que o adultério é um estilo de vida aceitável e aprovado; que a violência é um caminho legítimo para atingir suas metas ou para resolver conflitos; que a profanidade é a linguagem do respeitável.
Sim, tudo é isso é verdade, mas essas são apenas mensagens superficiais.
A mensagem real da Televisão é mais profunda.

A Televisão ensina que dificilmente alguém vai para a igreja, que pouquíssimas pessoas em nossa sociedade são cristãs ou vivem de acordo com os princípios
cristãos. Como?
Simplesmente censurando personagens cristãos, valores cristãos e cultura cristã dos programas.
A Televisão ensina que as pessoas que afirmam serem cristãs são hipócritas, impostoras, mentirosas ou piores. Ela o faz por meio da caracterização.

Agora perguntamos: como você se sentiria se alguém o colocasse em frente a milhares de pessoas e começasse a ridicularizar sua fé em Deus?
Pois é exatamente o que a Televisão faz.
Seus produtores riem e zombam de nós.
Será que nos tornamos tão insensíveis que ainda estamos dispostos a nos alinhar com o sistema do mundo, que odeia as coisas de Deus?
Será que a Televisão já conseguiu tirar sua visão?
É trágico que os cristãos sejam tão versados nos tipos populares de comédia, nas novelas, nos comerciais mais engraçados, nos episódios “mais quentes” e, no entanto, gastem tão pouco do tempo precioso bem quieto diante de Deus, estudando e meditando na Palavra e intercedendo pelos perdidos.
Pense bem nisso…

adail [email protected]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *