SINAIS

SINAIS

Autor: Pr. Wagner Antonio de Araújo

Em pleno shopping center, ao buscar uma máquina de sacar dinheiro BDN, saque automático do BRADESCO, deparo-me com um novo equipamento tecnológico: um leitor da palma da mão, ainda em fase de experiência, que poderá substituir os cartões magnéticos ou a senha. E sou conduzido mentalmente ao texto bíblico “E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas” (Ap 13:16)

É carnaval, e deparo-me com cristãos evangélicos a participar da festa, não mais como evangelistas no meio dos ímpios, mas como foliões aproveitando a “liberdade com que Deus nos chamou” (…). Sempre entendemos que era a festa da carna, dedicada à luxúria, ao pecado. Mas os tempos parecem ter mudado. Carla Perez, uma dançarina, ora e chora, antes de entrar no carnaval de Salvador, em seu Trio Elétrico Algodão Doce, e diz que o sucesso é uma bênção de Deus, a quem ela dedica seu desfile de Carnaval. Ao ler isso, recordo-me do que diz a bíblia: “Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus”. (Tg 4:4)

Assisto ao telejornal. E o jornalista informa que na Inglaterra, cientistas conseguiram fabricar, de gametas femininos, os originadores de espermatozóides, e, assim, no futuro, mulheres não precisarão de homens. E, ao entrevistar as mulheres, pelas ruas, ouviu o seguinte: “homens não servem para nada, nós nos bastamos”. E concluiu: a equipe de cientistas espera liberação das pesquisas, para que casais de lésbicas possam ter filhos sem a necessidade de homens. Então pensei no que profetizou João, em Apocalipse: “E haverá em vários lugares grandes terremotos, e fomes e pestilências; haverá também coisas espantosas, e grandes sinais do céu.” (Lc 21:11). Na verdade, lembrei-me também que Satanás tudo faz para que o homem assuma sua independência de Deus ou dos métodos de Deus, e essa concepção por um só sexo é um grito de rebeldia de quem quer estar acima de Deus e dos seus processos: “E tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu, acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono, e no monte da congregação me assentarei, aos lados do norte.” (Is 14:13)

Atravesso a Ponte da Pompéia. À margem, de uma à outra ponta, dezenas de ônibus, micro-ônibus, carros e peruas da prefeitura, para conduzir os sambistas ao Sambódromo do Anhembi. Gente por todos os lados. Gente que vai para a avenida, não apenas sambar, mas “curtir a vida”, dar lugar à carne, à luxúria. E o governo a investir pesado no transporte da população excitada. Penso nas escolas que desabam por falta de cuidados, na falta de esgoto adequado às populações mais carentes, no péssimo transporte público, na constante falta de verba para tudo, e na fartura de dinheiro que existe para financiar a bebida, o álcool, os preservativos, as pílulas, a transmissão disso tudo pelos canais de comunicação, etc. A luxúria é a rainha. Então me recordo de Jesus, a dizer: “…mas esta é a vossa hora e o poder das trevas.” (Lc 22:53)

Medito em tudo isto e não tenho dúvidas: a volta do Senhor está mais perto do que nunca. A ciência se multiplica a uma velocidade tão grande, que não há enciclopédias em papel que se mantenham atualizadas; apenas a internet mantém-se em dia (ainda).

Jesus Cristo está às portas. “como aconteceu nos dias de Noé, assim será também nos dias do Filho do homem”. (Lc 17:26) O mundo jaz no Maligno, e o entretenimento ocupa o primeiro lugar em todas as atenções do Universo. Quando não, a violência e a guerra étnico-religiosa. O mundo deteriora-se como um pedaço de carne morta ao relento.

Ergamos nossos olhos aos céus, pois a nossa redenção está próxima!

Aquele que testifica estas coisas diz: Certamente cedo venho. Amém. Ora vem, Senhor Jesus (Ap 22:20)

Wagner Antonio de Araújo
__._,_.___

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *