Não Zombe do Inferno

ADAIL CAMPELO DE ABREU

Vivemos numa sociedade humanista onde não existe essa coisa de certo absoluto nem errado absoluto, por isso os “espertalhões”” subestimam o conceito de um inferno literal como um lugar de julgamento eterno.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *