Gárgulas, Duendes, Poltergeists e Demônios

Gárgulas, Duendes,
Poltergeists e Demônios

Do Mural de Recados: http://www.palavradaverdade.com/ver_mural.php
Autora: Elizabeth Moraes
10.03.06

Gárgulas são apenas peças da arquitetura antiga medieval. São construídas nos cantos dos telhados dos edifícios e servem para escoar a água.Na Roma Antiga tinham a forma de leões, mas na arte gótica tornaram-se figuras grotescas com chifres e asas.Embora consideradas como protetoras do edifício, não se acreditava que as gárgulas fossem criaturas reais (no Antigo Testamento, os dois querubins que protegiam a arca da aliança aparentemente tinham uma função semelhante -Êx 25:17-22). Longe de serem demônios, acreditava-se que as gárgulas afastavam os maus espíritos.
No folclore ocidental, o duende é um espírito que fica vagando, procurando confusão. Dizia-se que os duendes batiam nas panelas, raspavam as portas, moviam peças da mobília e roubavam as roupas de dormir das pessoas. Os antigos babilônios e assírios acreditavam que o duende era uma espécie de demônio semi-humano. Os duendes eram chamados de liliui, lilitu e ardat lili; por isso, eram associados com o demônio lîlît do Antigo Testamento (Is 34:14).

POLTERGEIST (palavra Alemã que significa “espíritos barulhentos” pode ser sinônimo dos antigos duendes. Tiram móveis do lugar, fazem barulho com as panelas, atiram pedras (em geral com baixa velocidade) ou ateiam fogo em roupas ou pessoas (combustão espontânea). John e Charles Wesley contaram sobre um poltergeist que costumava perturbar a casa pastoral de Epworth nos momentos de oração. Eles o chamavam de “velho Jeffrey”. A atividade dos poltergeistes pode causar prejuízos ou miséria, pois as pessoas que tiveram experiências com eles geralmente se mudaram de residência, se feriram e chegaram até a suicidar-se. O alvo preferido dos poltergeistes em geral são adolescentes e pessoas envolvidas no ocultismo. Alguns afirmam que poltergeistes não são espíritos, mas uma forma extrema de PSICOCINESE – uma liberação explosiva de energia psíquica pessoal. Mas uma vez que esses fenômenos são sempre destrutivos, nunca bons, e estão associados ao ocultismo, os poltergeistes são mais provavelmente demônios. Stafford Wright afirma que “uma vez que o centro da tempestade é comumente uma pessoa, é possível que os espíritos usem algum tipo de força vital, freqüentemente relacionada com o desenvolvimento sexual, força essa que eles podem materializar o suficiente para mover objetos. Seria uma espécie de sublimação física do instinto sexual.”
Algumas poucas informações. Pode lhe auxiliar mais nos estudos. Fique com Deus. Ir. Elizabeth.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *