COMO NASCE UMA HERESIA – XXI [A Marca das Ovelhas]

O plágio não faz parte da minha criação. Utensílios dos meios de comunicação já foram usados como portadores de unção. A heresia que ora lanço é diferente. Trata-se de um eletrodoméstico muito usado pelas donas de casa: O Ferro Elétrico, ou Ferro de Engomar.

Muitos pregadores falam sobre a “marca” do cristão, mas ninguém explica muito bem como deve ser essa marca. Muitos falam em sacrifício vivo, mas não dizem de que forma devemos nos sacrificar verdadeiramente.

O maior sacrifício é aquele que sentimos na carne. Não foi diferente o do Senhor Jesus. Leiam: “Rogo-vos, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, que apresenteis o vosso corpo por sacrifício vivo, santo e agradável a deus, que é o vosso culto racional” (Rm 12.1). Vocês leram? “Apresenteis o vosso corpo”. Você já fez algum sacrifício no seu corpo? Um sacrifício tal que revelasse o seu amor a Deus? Jesus deu o exemplo e fez isso por nós. O sacrifício dEle resultou em morte, porém ressuscitou ao terceiro dia. Quanto maior o sacrifício, mais bênçãos e mais prosperidade.

Vocês já fazem o sacrifício espiritual do dízimo. Por isso, são ricamente abençoados e prósperos. Agora, chegou a sua vez de um sacrifício físico.

Em oração e jejum, clamei ao Senhor que me mostrasse a forma de cumprirmos a palavra de Romanos 12.1. O Senhor me mostrou numa visão – até choro quando me lembro disso! – uma pessoa vestida de branco com uma queimadura na testa. Em seguida, apareceu um pequeno ferro elétrico. O que significa isso, Senhor? – Ferro neles. Meu povo precisa receber “a marca das ovelhas”.

Fui para os Estados Unidos e lá meditei três dias e três noites sobre essa mensagem divina. Antes, ao passar por meu imóvel rural, com 40 mil bois da raça nelore, verifiquei que todos estavam com a minha marca, a marca do dono. Mais claramente entendi a revelação: precisamos ter a marca de Deus, o nosso Dono.

Sem perda de tempo, ordenei ao DACA – Departamento de Amuletos e Coisas Afins – que providenciasse a fabricação de dez mil ferros elétricos. Será um ferro de engomar estilizado. Seu diâmetro é de apenas cinco centímetros de largura. Contém um cabo de madeira de vinte centímetros. Na extremidade, o número “999”, que ficará incandescente ao ser ligado na tomada. Como “666” é o número da besta, número de maldição, o “999” simboliza a mudança da maldição em bênção. É o número da prosperidade. Os ferros elétricos serão ungidos por seiscentos anciãos, que sobre eles colocarão suas mãos ungidas e os abençoarão.

Marcaremos uma data especial para ferrar as ovelhas. Agora sim, vocês ficarão ferrados em todos os sentidos. Para participar dessa farra, aliás, dessa ferra, o ferro com que vocês forem ferrados ficarão com vocês. É um presente meu. Esse ferro, quando ligado, afastará os maus olhados e queimará os demônios, desde que inserida uma colher de chá de sal grosso na parte incandescente. Ao encostar o Ferro da Marca no seu Ferro de Engomar, a unção daquele passará para este, desde que os dois estejam conectados na tomada elétrica. A partir daí, as vestes que forem engomadas ficarão ungidas.

A operação será dolorida, mas temos pessoas especializadas, prontas para evitar consequencias graves. Só os maiores de dezoito anos podem ser ferrados. Muito mais sofreu nosso Senhor. Todos devem se submeter à ferra. Os não ferrados ficarão envergonhados ao se apresentarem com a testa limpa, enquanto a maioria mostrará a marca do seu sacrifício.

O mais importante é que tudo será grátis. Exigiremos apenas uma contribuição simbólica de cem reais para cobrir os gastos operacionais. Os menores de idade ganharão uma camiseta com a marca “999”, e contribuirão com penas trinta reais. Ao completarem dezoito anos, terão que se apresentar ao templo para serem ferrados. Esses pagamentos serão efetuados, antes da ferra, do seguinte modo: na boca do caixa, em cheque pré, em boleto bancário, em carnê.

Os ferrados serão chamados bem aventurados, porque receberam a marca das ovelhas.

Nota: Esta é uma obra de ficção. É um alerta sobre o quanto é fácil criar uma heresia e enganar muitos
08.05.2009

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *