Vendendo o seu direito

VENDENDO O SEU DIREITO

PR TIMOFEI DIACOV

“E ninguém seja fornicário, ou profano, como Esaú, que por um manjar vendeu o seu direito de primogenitura” (Heb 12:16). Neste mundo há tanta gente que se assemelha a Esaú. Mas, quem foi ele? No livro do Gênesis encontramos a resposta, era filho de Isaque e Rebeca, que tiveram dois gêmeos, Esaú e Jacó. Esaú exímio caçador, e Jacó homem caseiro. Certo dia Esaú voltando faminto para casa, viu seu irmão preparando um guisado com lentilhas; do qual desejou participar. Jacó o atendeu com a condição de vender a sua primogenitura. Muitos dias depois seu pai idoso já não podendo mais enxergar, pediu a Esaú que lhe preparasse de uma boa caça um guisado saboroso, pois queria dar-lhe a primogenitura. Entretanto, Rebeca não concordando com isso pediu a Jacó que matasse um cabrito e dele fizesse a comida que seu pai queria comer.

Jacó mais que depressa fazendo tudo, apresentou-se a seu pai, dizendo-se Esaú. E assim conseguiu enganar o pai e recebeu a primogenitura. Pouco tempo depois Esaú também chega e apresenta-lhe o guisado saboroso que o pai aguardava. Mas o pai estranhou, pois a benção já tinha sido dada a Jacó. E diz a narrativa que ele teve um amargo choro, sem conseguir convencer o pai de lhe dar a benção; pois não havia mais lugar para o arrependimento. Esta é a síntese da malfadada benção. Hoje muitos vendem também o seu direito à herança celestial. Por que preço vendem alguns? Uns pelo prazer carnal; outros pelas riquezas da terra. Isso pode ser entendido à luz da parábola do semeador, segundo Mateus 13, cujas sementes caíram entre espinhos; e estes por sua vez sufocaram a planta; e conforme a explicação de Jesus são os que trocam o reino de Deus pelas riquezas transitórias.

Exorta o texto de Hebreus 12, a não ser como Esaú que era fornicário ou profano; e que não nos privemos da graça de Deus, ou de Sua salvação. Conta o Senhor Jesus a triste história de um homem rico, cuja herdade naquele ano produzira trigo em abundância; e que ele arrazoava consigo mesmo em construir celeiros maiores para acolher essa abundância; e que diria à sua alma: “Alma, tens bens para muitos anos: come, bebe e farta-te. Mas Deus lhe disse: Louco, esta noite pedirão a tua alma; e o que preparaste para quem será? Assim é todo aquele que não é rico para com Deus” ( Lucas 12). Alguém escreveu: “Riquezas não preciso ter, mas sim celestes bens; nem falsa paz ou vão prazer, porquanto o crente tem eterno gozo no Senhor. Com Cristo estou contente Ele me satisfaz; com este amor do Salvador, agora estou contente, agora estou contente”.

Dileto leitor, diante do exposto, não estará você se privando da graça de Deus pelos encantos do mundo? Ou não estará vendendo o seu direito por um preço muito barato? O Senhor Jesus em João 14 diz: “Vou preparar-vos lugar. Depois que eu for e vos preparar lugar, voltarei e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também”. Como podemos ver há muito lugar para todos. Estará você nesse lugar? Já ouviu o convite de Jesus: “Vinde a mim vós todos que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei”? (Mat 11:28). Lembre-se de Eclesiastes 12: “Lembra-te do teu criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus tempos, dos quais venhas dizer: não tenho neles contentamento”. Esta é uma advertência para aqueles que sempre procuram protelar o assunto mais importante de sua vida. Não faça o mesmo. “Se hoje ouvir a voz de Deus, não endureça o seu coração”. Portanto, não venda o seu direito.

Veja mensagens do pastor Timofei

Acessando

www.timofei.blogspot.com

=========
Atenção, leitores!

Ofereçam a LISTA TIMOFEI aos amigos, parentes, vizinhos e conhecidos na internet. Para receber as mensagens, o interessado deverá enviar um e-mail em branco para [email protected] e aguardar um contato automático, solicitando confirmação. Ao recebê-lo, envie-o e pronto. Estará cadastrado e receberá continuamente as belas mensagens do Pr. Timofei Diacov. Obrigado.
===============

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *