REMISSÃO DE PECADOS – Significado

Fonte: Bíblia de Estudo Pentecostal

Porque isto é o meu sangue, o sangue da Nova Aliança, que é derramado por muitos, para remissão dos pecados (Mt 26.28).
“O perdão é uma necessidade porque todos pecaram, destruíram o seu relacionamento com Deus e estão sob condenação (Rm 1.18-32). O perdão é o meio pelo qual esse relacionamento é restaurado (Ef 1.7; Cl 2.13). (1) As palavras hebraicas e gregas para perdão exprimem o conceito de “cobrir”, “perdoar”, “anular”, despedir”. O perdão de Deus abrange: não levar em conta o pecado cometido (Mc 2.5; Jo 8.11); salvar os pecadores do castigo eterno (Rm 5.9; 1 Ts 1.10); aceitá-los (Lc 15.20ss); libertá-los do domínio do pecado e levá-los para o reino de Cristo (Cl 1.15); renovar a pessoa na sua totalidade e garantir-lhe a vida eterna (Lc 23.43); Jo 19.14b), (2) Para receber o perdão de Deus deve haver arrependimento, fé e confissão dos pecados (Lc 17.3,4; At 2.38; 5.31; 20.21; 1 Jo 1.9). Para que Deus pudesse perdoar o pecado era preciso derramamento de sangue vicário (Hb 9.22). Daí, o nosso perdão depender da morte de Jesus na cruz (Mt 26.28; Jo 1.29; 3.16; Rm 8.32). O perdão divino é uma necessidade permanente para o crente (pois ainda somos pecadores), para que mantenhamos nosso relacionamento salvífico com Deus (Mt 6.12,14,15; 1 Jo 1.9).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *