Qual a sua opinião sobre Chico Xavier?

CONSULTA:

Li uma matéria na Folha e me veio à mente a curiosidade de saber o que o senhor pensa a respeito de Chico Xavier. É muito delicado colocar uma opinião sobre ele publicamente, porque ele é aclamado e querido no país inteiro e até fora dele. Foi uma pessoa que usou um “dom” para caridade e nada para si. Dizem que ele era Allan Kardek…

RESPOSTA:

Não me cabe julgar Chico Xavier. O julgamento pertence ao Justo Juiz. Todavia, posso dizer qual o caminho da salvação: “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isso não vem de vós, é dom de Deus. Não vem de obras, para que ninguém se glorie” (Ef 2.8-9).
Não o conheci pessoalmente, nem conheço seus livros, mas pelo que ouvi falar dele, foi uma pessoa muito boa, humilde e caridosa. Segundo a Bíblia, tais virtudes não são suficientes para a salvação. O mérito da salvação não está em nós, em nossas obras. Está no Filho de Deus, que morreu em nosso lugar. O caminho é Jesus (Jo 14.6) É preciso arrependimento dos pecados; crer em Jesus Cristo como o Verbo encarnado; crer em Sua morte e ressurreição corporal. Essa crença envolve receber Jesus como Senhor e Salvador pessoal. Veja: “Quem nele crê não é condenado; quem não crê já está condenado” (Jo 3.18). O ladrão na cruz apenas creu, se arrependeu, e foi salvo.
Não sei se no íntimo do coração de Chico Xavier ele se comportou como um verdadeiro crente em Jesus. Sei que praticou a mediunidade, a consulta aos mortos, o que Deus abomina. Veja:
“Não recorrerá um povo a seu Deus? A favor dos vivos interrogar-se-ão os mortos” (Is 8.19). “Disse Saul aos seus servos: buscai-me uma NECROMANTE [quem consulta aos mortos], para que vá a ela e a consulte” (1 Sm 28.7). “Assim morreu Saul por causa da sua infidelidade ao Senhor; não guardou a palavra do Senhor, e até consultou uma adivinhadora, e não buscou ao Senhor. Pelo que ele o matou, e transferiu o reino a Davi, filho de Jessé” (1 Cr 10.13-14; cf. Dt 18.10-12; 2 Cr 33.6-7).

Sei também que o Espiritismo, religião do referido médium, não crê na divindade de Jesus; tem-no como uma segunda revelação de Deus. Não crê também na Sua ressurreição corporal, na existência de céu e inferno, na Trindade, na existência de uma só vida corpórea para cada alma. Não crê também no retorno de Jesus para levar a Sua Igreja diretamente para o céu. A doutrina da reencarnação anula a doutrina do arrebatamento do povo de Deus. Essas coisas posso falar. Mas somente Deus sabe o destino de Chico Xavier.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *