O Socorro vem do Senhor

Eu era um jovem de perfeita saúde e na flor da minha idade pretendia aproveitar a vida ao máximo. Levava uma vida mundana, envolvido em prazeres do mundo, e cada vez mais afastado dos caminhos de Deus. Futuramente, pretendia mudar e me tornar um cristão verdadeiro.
Achava que teria muito tempo para fazê-lo, pois era jovem e certamente não iria morrer de uma hora para outra, e assim poderia levar a vida sem ter com que me preocupar.
Mas tudo mudou na noite de 27 de setembro de 1986. Voltando para casa, altas horas da madrugada, perdi o controle da minha moto e bati num barranco. Fiquei caído debaixo da moto sem poder me mover Estava sozinho. Neste momento, clamei a Deus com todas as forças que me restavam. Pedi que Ele perdoasse o meu pecado e me livrasse da dor que estava me matando. Mas tive a impressão de que Deus não me ouvia. A escuridão da noite, a dor a agonia e o medo da morte me torturavam. Depois de algum tempo, alguém me socorreu e me levou ao hospital. Eu havia quebrado duas vezes a minha espinha e teria que passar por uma cirurgia difícil, a qual eu poderia não resistir.
Alguns irmãos me visitaram antes da cirurgia e então pedi que eles orassem a Deus por mim. Então, naquele quarto de hospital eu entreguei a minha vida nas mãos de Deus, pedindo que ele me ajudasse a sair com vida daquela situação difícil. E Deus realmente me ajudou. Depois de 30 dias eu pude deixar o hospital.
Hoje, levo uma vida completamente diferente, pois minhas pernas estão paralisadas. Deus me dá forças para superar as dificuldades. Sou muito grato a Ele por não ter me deixado morrer com meus pecados. Pois eu sei que são milhares de jovens que já morreram em acidentes, e a maioria deles estava em situação semelhante à minha, mas eles não tiveram mais tempo para encontrar o perdão de seus pecados, e partiram deste mundo para a perdição eterna. Considero tudo isso, e posso dizer que sou feliz, pois Deus me deu a chance de recomeçar e consertar o que eu havia feito de errado.
Pensando no passado, devo dizer, que cometemos o maior erro, quando tudo está bem, quando temos saúde e então nos preocupamos somente com as coisas do mundo, com o futuro aqui da terra, e quase não sobra tempo para Deus; até nos esquecemos de que existe um céu e um inferno. Muitas vezes Deus fala através de doenças ou acidentes como foi o meu caso; pois é nestas horas que percebemos que estamos neste mundo de passagem, e que um dia teremos de prestar contas a Deus de tudo que fizemos.
Por isso peço a você que lê este testemunho: não cometa o erro que eu cometi; não espere a sombra da morte envolver tua vida, pois pela misericórdia de Deus eu tive tempo de me arrepender, mas para muitos poderá ser tarde demais.

Heri Zwick

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *