Falta uma coisa

PR TIMOFEI DIACOV

“E Jesus, olhando para ele, o amou e lhe disse: falta-te uma coisa: vai, vende tudo quanto tens, e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, segue-me” (Mr 10: 21). Esse jovem príncipe que foi ter com Jesus, era muito rico, e desejava muito herdar a vida eterna. Mas o Senhor Jesus disse-lhe que faltava uma coisa. Que coisa? Está bem claro que não lhe faltava dinheiro, como muita gente imagina que se ganhasse na loteria toda a bolada, seria muito feliz; que daria grandes esmolas para os pobres; e assim alcançaria a vida eterna. É possível que este príncipe tivesse tido este pensamento; mas viu que não era este o pensamento de Deus. Será que lhe faltava uma religião? Esta ele tinha, e havia guardado todos os mandamentos de Deus. Você deve ter ouvido muitas vezes esta palavra: “Toda pessoa precisa ter uma religião”. Mas o mundo está cheio de religiosos, e que, no entanto vivem infelizes.

Outros, porém, pode estar pensando e dizendo: “Ah! Se eu fosse um príncipe estaria morando num palácio real!”. Se você conhecesse a vida palaciana, jamais pensaria assim. Ou se pensasse em internar-se num convento, poderia com isso ganhar a salvação. Se você conhecesse a vida dos monges, você jamais pensaria assim. Ou se ainda imaginasse que deveria ser batizado e ser unido a uma igreja, você seria feliz. Engana-se; pois Martinho Lutero também pensava assim; entretanto ele chegou a ser ordenado sacerdote; mas a sua vida continuava infeliz. A todo ser humano tais práticas não preenchem o seu coração. O jovem príncipe de quem estamos falando, sabia todos os mandamentos de Deus, e os tinha na ponta da língua. Mas nada disto lhe proporcionou salvação. Até poderia decorar o Salmo 119, da mesma maneira continuaria de alma vazia.

Mas, o que é que lhe estava faltando? Vender tudo que tinha e dar aos pobres? Esta é uma parte da questão, pois o apostolo Paulo em I Cor 13 diz que, ainda que desse toda a sua fortuna para os pobres, seria uma vida incompleta. Ou por outra, como diz o apóstolo: “Ainda que eu desse o meu corpo para ser queimado, nada disto me aproveitaria”. Jesus completando o pensamento diz que, se ele vendesse tudo que tinha e desse aos pobres, teria um tesouro no céu. Mas, de que lhe serviria toda essa riqueza, se ele estava na terra vivendo sem Deus? Entretanto, o que de fato estava lhe faltando, era deixar de ser avarento para poder seguir a Jesus. É por isso que a Bíblia nos ensina que os avarentos não herdarão o reino do céu; porque a avareza é idolatria, ou seja, as riquezas estariam tomando o lugar de Deus na vida dele.

Afinal dileto leitor, esta lição ou recomendação, diz respeito somente ao príncipe em foco? É claro que é um principio estabelecido por Jesus para todos nós. É claro também que o problema deste príncipe, não é o mesmo problema de todos nós. Dele era avareza, mas de uns e outros, pode ser o adultério, a fornicação, a maledicência, a falta do perdão ao seu semelhante, o ódio no coração, a inveja etc. o importante é saber o que falta a mim, ou a você, e a muitos outros. O que temos a fazer diante disto é descobrir o que está nos impedindo de herdar o reino de Deus. Temos que reconhecer o nosso próprio erro, doutrinário, ou a falta de vivencia cristã; uma vez que a Bíblia nos exorta dizendo: “Segui a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor” ( Heb 12:14). Entretanto o jovem príncipe ouvindo a recomendação de Jesus retirou-se tristemente. Esperamos que nem um dos leitores desta mensagem faça o mesmo.

MENSAGENS DO PASTOR TIMOFEI.

Acesse

www.timofei.blogspot.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *