Ao dizer “O Pai é maior do que eu”, Jesus negou sua Divindade?

João 14.28 é um dos versículos preferidos pelos que negam a deidade absoluta de Cristo Jesus, em que Ele diz: “Meu Pai é maior do que eu”. Examinada isoladamente, essa declaração parece confirmar que o Filho é em tudo MENOR que o Pai. A luz começa a fluir quando refletimos sobre outras afirmações de Jesus: “Eu e o Pai somos um” (Jo 10.30); “Antes que Abraão existisse, EU SOU” (Jo 8.58; v. Êx 3.14). E à luz das Escrituras: Jo 1.1; 5.18; 20.28; 1 Jo 5.20.

O Pai é maior do que Jesus em “função”, em “ofício”, em “posição”. Jesus é igual ao Pai em “essência”, em “natureza”, em “caráter”. Jesus tornou-se menor que o Pai quando se tornou “SERVO”, mas Sua humanidade não subtraiu sua deidade. Filipenses 2.5-7 diz que ele, embora fosse Deus, tomou a forma de servo. Uma gota do oceano, embora de pequena dimensão, contém as mesmas características e substâncias da origem.

“Para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai” (Fp 2.10-11). Essa é uma citação de Isaías 45.23, que se refere a “Yahveh”, um nome exclusivo de Deus. Em Romanos 14.11: “Todo joelho se dobrará diante de mim, e toda língua confessará a Deus”. Yahveh diz: “diante de mim se dobrará todo joelho” (Is 45.23). A Escritura diz que todo joelho se dobrará diante de Jesus (Fp 12.10).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *